Artigo original
Silicose em jateadores de areia de estaleiro versus silicose em escultores de pedra no Brasil: uma comparação dos achados de imagem, função pulmonar e teste de exercício cardiopulmonar
Silicosis in sandblasters of shipyard versus silicosis in stone carvers in Brazil: A comparison of imaging findings, lung function variables and cardiopulmonary exercise testing parameters
A.J. Lopesa,, , W. Costab, T. Thomaz Mafortb, A. de Sá Ferreirac, S.L. Silveira de Menezesd, F. Silva Guimarãesd
a Laboratório de Fisiologia Respiratória, Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Programa de Pós-graduação em Ciências da Reabilitação, Universidade Augusto Motta, Rio de Janeiro, Brasil
b Departamento de Pneumologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
c Programa de Pós-graduação em Ciências da Reabilitação, Universidade Augusto Motta, Rio de Janeiro, Brasil
d Programa de Pós-graduação em Ciências da Reabilitação, Universidade Augusto Motta e Escola de Fisioterapia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Recebido 09 Fevereiro 2012, Aceitaram 13 Abril 2012
Resumo
Objetivos

Comparação dos achados de imagem, função pulmonar e teste de exercício cardiopulmonar (TECP) entre jateadores de areia de estaleiro e escultores de pedra com silicose no Brasil.

Métodos

Dos 41 pacientes, 25 eram jateadores de areia e 16 eram escultores de pedra, com medianas da idade de 52 e 46,4 anos, respetivamente. Todos os pacientes se submeteram aos testes de função pulmonar e ao TECP. As radiografias de tórax foram classificadas de acordo com as recomendações da Organização Internacional do Trabalho. Os seguintes parâmetros foram avaliados na tomografia computadorizada de alta resolução (TCAR): nódulos, fibrose maciça progressiva (FMP), enfisema e aumento dos linfonodos intratorácicos.

Resultados

Grandes opacidades na radiografia de tórax foram observadas em 76% dos jateadores e em somente 18,7% dos escultores. Por utilizar a TCAR, FMP foi identificada em 92% dos jateadores e em somente 43,7% dos escultores. Embora os resultados da capacidade de difusão do monóxido de carbono tenham sido significativamente diferentes entre os 2 grupos, essas diferenças foram mais acentuadas nos resultados do TECP. Enquanto 92% dos jateadores não conseguiu atingir pelo menos 80% de seu pico de consumo de oxigénio (VO2) predito, isto foi observado em somente 43,7% dos escultores. Foi observada uma reserva ventilatória de menos de 25% em 40,5% dos jateadores e em nenhum dos escultores.

Conclusão

Na silicose, os achados de imagem, função pulmonar e TECP são fortemente influenciados pelo tipo de exposição à poeira de sílica. Adicionalmente, as anormalidades do TECP são mais acentuadas quando comparadas com aquelas medidas tomadas em repouso.

Abstract
Objectives

To compare imaging findings, lung function variables and cardiopulmonary exercise testing (CPET) results between Brazilian sandblasters of shipyard and stone carvers with silicosis.

Methods

Of the 41 patients, 25 subjects were sandblasters and 16 were stone carvers, with median ages of 52 and 46.4 years, respectively. All of the patients underwent pulmonary function tests and CPET. Chest radiographs were classified according to the International Labour Organization recommendations. The following parameters were examined through the use of high-resolution computerized tomography (HRCT): nodules, progressive massive fibrosis (PMF), emphysema, and intrathoracic lymph node enlargement.

Results

Large opacities on chest radiography were observed in 76% of sandblasters and only 18.7% of stone carvers. Using HRCT, PMF was identified in 92% of sandblasters and only 43.7% of stone carvers. Although carbon monoxide diffusing capacity results were significantly different between the sandblasters and stone carvers, these differences were more pronounced in the CPET results. While 92% of sandblasters failed to reach at least 80% of their predicted peak oxygen uptake (VO2), this was observed for only 43.7% of stone carvers. A breathing reserve of less than 25% was observed in 40.5% of sandblasters but not in any of the stone carvers.

Conclusion

In silicosis, imaging findings, lung function and CPET results are strongly influenced by the type of exposure to silica dust. Additionally, CPET abnormalities are more pronounced compared to measurements taken at rest.

Palavras-chave
Exercício, Exposição ocupacional, Testes de função respiratória
Keywords
Exercise, Occupational exposure, Respiratory function tests