Publicação breve
Referência a aprovação de comissão de ética e a consentimento dos doentes na Revista Portuguesa de Pneumologia e noutras revistas médicas portuguesas com fator de impacto
Reporting of ethical committee approval and patient consent in the Portuguese Journal of Pulmonology and in the other Portuguese medical journals with impact factor
M.J. Bernardes, , R. Nunes
Serviço de Bioética e Ética Médica, Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, Porto, Portugal
Recebido 29 Abril 2012, Aceitaram 07 Junho 2012
Resumo
Introdução

A referência a aprovação de comissão de ética (CE) e a consentimento dos doentes, nas publicações que envolvem humanos, poderá ser inferior à recomendada. Neste artigo, esta situação foi analisada na Revista Portuguesa de Pneumologia e nas outras 2 revistas médicas portuguesas com fator de impacto indexadas na ISI Web of Knowledge.

Métodos

A referência a aprovação de CE e a consentimento dos doentes foi pesquisada em todas as publicações que envolveram humanos na Acta Médica Portuguesa, Acta Reumatológica Portuguesa e Revista Portuguesa de Pneumologia, de 1 de julho de 2010 a 30 de junho de 2011. A pesquisa incluiu a avaliação do envolvimento de doentes vulneráveis e potencialmente identificáveis.

Resultados

A maior parte das publicações analisadas, que incluíram uma proporção considerável de doentes vulneráveis (23%) e de casos clínicos potencialmente identificáveis (14%), foram casos clínicos (49%). Globalmente, a aprovação de CE variou entre 0% e 28%, nos casos clínicos e nos estudos prospetivos, respetivamente, e o consentimento dos participantes entre 0% e 26%. Não se registaram diferenças estatisticamente significativas nos resultados entre as revistas estudadas.

Conclusões

A referência a aprovação de CE e a consentimento dos doentes nas 3 revistas médicas portuguesas mais cotadas foi inferior à das suas congéneres mundiais. Estes resultados devem ser tidos em consideração e reavaliados em futuras investigações, tendo em vista a proteção dos participantes e a confiança da sociedade nos procedimentos envolvidos.

Abstract
Introduction

Reporting of ethical committee (EC) approval and patient consent in publications involving human subjects may be lower than recommended. In this paper this ethical issue was analysed in the Portuguese Journal of Pulmonology and in the other two Portuguese medical journals with impact factor indexed in the ISI Web of Knowledge.

Methods

Reporting of EC approval and patient consent was searched in all publications involving human subjects published in the Acta Médica Portuguesa, Acta Reumatológica Portuguesa and Portuguese Journal of Pulmonology, from the 1st July 2010 until the 30th June 2011. The search also looked for the involvement of vulnerable and potentially identifiable subjects.

Results

Most of the analysed publications, which included a considerable proportion of vulnerable (23%) and of potentially identifiable case reports (14%), were case reports (49%). Overall EC approval ranged from 0% to 28%, in case reports and prospective studies, respectively, whereas overall patient consent ranged from 0% to 26%. There were not statistically significant differences in results among the selected journals.

Conclusions

Reporting of EC approval and patient consent in the three leading Portuguese medical journals has been lower than in their leading world counterparts. This should be taken into account and further audited in future, not only for the protection of the research subjects but also to maintain public trust in the process.

Palavras-chave
Comissão de ética, Consentimento, Publicação, Fator de impacto, Revista médica
Keywords
Ethical committee, Patient consent, Publication, Impact factor, Medical journal