Artigo Original
Pneumonia pneumocócica – serão os novos scores mais precisos a prever eventos desfavoráveis?
Pneumococcal pneumonia – are the new severity scores more accurate in predicting adverse outcomes?
C. Ribeiroa,, , I. Ladeiraa, A.R. Gaiob, M.C. Britoa
a Serviço de Pneumologia, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Portugal
b Departamento de Matemática, Faculdade de Ciências, Universidade do Porto, Porto, Portugal
Recebido 03 Março 2012, Aceitaram 13 Setembro 2012
Resumo
Introdução

A decisão do local de tratamento é um dos fatores mais importantes na abordagem de doentes com pneumonia adquirida na comunidade. Os scores de gravidade são ferramentas prognósticas validadas para previsão da mortalidade por pneumonia adquirida na comunidade e decisão do local de tratamento.

O objetivo deste trabalho foi comparar o poder discriminatório de 4 scores – os clássicos PSI e CURB-65 e os mais recentes SCAP e COP-SMART – na previsão de eventos adversos: morte, internamento em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), necessidade de ventilação mecânica invasiva ou suporte de aminas vasopressoras em doentes internados com pneumonia pneumocócica.

Métodos

Foi efetuado um estudo retrospetivo de doentes internados por pneumonia pneumocócica num período de 5 anos.

Os doentes foram estratificados com base nos dados da admissão e foram-lhes atribuídas classes de risco para cada score: baixo, médio e alto risco. Os resultados foram obtidos comparando as classes de baixo risco versus médio-alto risco.

Resultados

Foram estudados 142 episódios de internamento onde se observaram 2 mortes e 10 doentes necessitaram de ventilação mecânica e suporte de aminas. A maioria dos doentes foram classificados como baixo risco por todos os scores – encontrámos altos valores preditivos negativos para todos os eventos adversos estudados sendo o mais elevado correspondente ao SCAP. Os scores mais recentes mostraram uma maior precisão para prever internamento na UCI e necessidade de ventilação ou suporte por aminas (principalmente para o score SCAP com valores mais elevados da AUC para todos os eventos adversos).

Conclusões

A taxa de todos os eventos adversos aumentou com o agravamento da classe de risco em todas os scores. Os scores de gravidade mais recentes parecem ter um maior poder discriminatório para todos os eventos adversos no nosso estudo, em particular, o SCAP.

Abstract
Introduction

The site-of-care decision is one of the most important factors in the management of patients with community-acquired pneumonia. The severity scores are validated prognostic tools for community-acquired pneumonia mortality and treatment site decision.

The aim of this paper was to compare the discriminatory power of four scores – the classic PSI and CURB65 ant the most recent SCAP and SMART-COP – in predicting major adverse events: death, ICU admission, need for invasive mechanical ventilation or vasopressor support in patients admitted with pneumococcal pneumonia.

Methods

A five year retrospective study of patients admitted for pneumococcal pneumonia.

Patients were stratified based on admission data and assigned to low-, intermediate-, and high-risk classes for each score. Results were obtained comparing low versus non-low risk classes.

Results

We studied 142 episodes of hospitalization with 2 deaths and 10 patients needing mechanical ventilation and vasopressor support. The majority of patients were classified as low risk by all scores – we found high negative predictive values for all adverse events studied, the most negative value corresponding to the SCAP score. The more recent scores showed better accuracy for predicting ICU admission and need for ventilation or vasopressor support (mostly for the SCAP score with higher AUC values for all adverse events).

Conclusions

The rate of all adverse outcomes increased directly with increasing risk class in all scores. The new gravity scores appear to have a higher discriminatory power in all adverse events in our study, particularly, the SCAP score.

Palavras-chave
Scores de gravidade, Pneumonia pneumocócica, Eventos adversos
Keywords
Severity Scores, Pneumococcal pneumonia, Major adverse outcomes