Artigo original
PET/TC no estadiamento do carcinoma pulmonar de não pequenas células – concordância entre o estadiamento clínico e o patológico
Integrated PET/CT in non small cell lung cancer staging – clinical and pathological agreement
A.P. Vaza,, , G. Fernandesa,d, C. Souto Mourab,d, P. Bastosc,d, H. Queirogaa,d, V. Hespanhola,d
a Serviço de Pneumologia, Centro Hospitalar de São João, Porto, Portugal
b Serviço de Anatomia Patológica, Centro Hospitalar de São João, Porto, Portugal
c Serviço de Cirurgia Cardiotorácica, Centro Hospitalar de São João, Porto, Portugal
d Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, Porto, Portugal
Recebido 06 Abril 2011, Aceitaram 10 Janeiro 2012
Resumo
Introdução

A PET/TC integrada tornou-se num instrumento fundamental na avaliação pré-operatória do cancro do pulmão de não pequenas células (CPNPC), fornecendo informação anatómica e metabólica com utilidade na caracterização das lesões tumorais e na deteção da doença metastática.

Objetivo

Comparar a concordância entre o estadiamento clínico e o patológico antes e depois da utilização da PET/TC.

Material e métodos

Estudo retrospetivo envolvendo doentes com CPNPC submetidos a cirurgia potencialmente curativa num período de 10,5 anos. O coeficiente de kappa de Cohen foi utilizado para avaliar a concordância entre os resultados.

Resultados

Foram incluídos 150 doentes, 78% do sexo masculino, com uma idade média de 65 (± 9,6) anos. Treze por cento foram submetidos a quimioterapia neoadjuvante. A PET/TC foi efetuada em 41%. A concordância global entre o estadiamento clínico e o patológico foi de 51% (kappa = 0,3639). Verificou-se uma diferença estatisticamente significativa quanto aos resultados do estadiamento nos doentes que efetuaram PET/TC em comparação com o subgrupo que não efetuou o exame (p = 0,003). Nos doentes com PET/TC os falsos negativos ocorreram menos 39%, os falsos positivos em mais 12% e o estadiamento clínico e patológico foi coincidente em mais 27% dos casos. Estes resultados refletiram uma melhoria da concordância entre o estadiamento clínico e o patológico no subgrupo com PET/TC (67%, kappa = 0,5737 vs 40%, kappa = 0,2292). A acuidade da PET/TC foi aumentada quando os doentes submetidos a terapêutica neoadjuvante foram excluídos, obtendo-se uma concordância substancial naqueles que efetuaram o exame apenas com o objetivo de estadiamento (73%, kappa = 0,6323).

Conclusão

A inclusão da PET/TC na avaliação pré-operatória do CPNPC melhorou a acuidade do estadiamento clínico, permitindo uma boa concordância com o estadiamento patológico.

Abstract
Introduction

Integrated PET/CT has become a fundamental tool in the preoperative assessment of non small lung cancer (NSCLC) providing useful anatomical and metabolic information to characterize tumoral lesions and to detect unsuspected metastatic disease.

Aim

To compare the agreement between clinical and pathological staging before and after the use of PET/CT.

Material and methods

Retrospective study of patients with NSCLC who underwent potentially curative surgery throughout 10.5 years. Cohen's kappa coefficient was used to evaluate staging agreement.

Results

One hundred and fifty patients were evaluated, 78% males, with a mean age of 65 (±9.6) years. Thirteen percent were submitted to neoadjuvant chemotherapy. PET/CT was performed in 41%. Global agreement between clinical and pathological staging was 51% (kappa=0.3639). There was a statistically significant difference between the staging results in patients who underwent PET/CT, when compared to the subgroup who did not (p=0.003). For those with PET/CT false negatives occurred in less 39%, false positives in more 12% and clinical and pathological staging coincided in more 27%. The overall results reflected an improvement in the agreement between clinical and pathological staging in the PET/CT subgroup (67%, kappa=0.5737 vs 40%, kappa=0.2292). PET/CT accuracy was enhanced when patients re-staged after neoadjuvant therapy were excluded and a substantial staging agreement was obtained for those who had the exam only for staging purposes (73%, kappa=0.6323).

Conclusion

Inclusion of PET/CT in NSCLC preoperative assessment improved the accuracy of the clinical staging, with a good level of agreement with pathological staging.

Palavras-chave
Cancro do pulmão de não pequenas células, PET/TC, Estadiamento
Keywords
Non small cell lung cancer, PET/CT, Staging