Publicação breve
Exequibilidade do estudo funcional respiratório em idade pré-escolar na prática clínica
Feasibility of routine respiratory function testing in preschool children
N. Santosa,c,, , I. Almeidaa, M. Coutoa,c,d, M. Morais-Almeidaa,e, L.M. Borregoa,b
a Centro de Imunoalergologia, Hospital CUF Descobertas, Lisboa, Portugal
b Departamento de Imunologia, Centro de Estudos de Doenças Crónicas, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, Portugal
c Serviço de Imunoalergologia, Centro Hospitalar São João E.P.E., Porto, Portugal
d Serviço e Laboratório de Imunologia, Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, Porto, Portugal
e Clínica Universitária de Pneumologia, Faculdade de Medicina de Lisboa, Lisboa, Portugal
Received 27 February 2012, Accepted 26 September 2012
Resumo
Introdução

A avaliação da função respiratória em idade pré-escolar reveste-se de particularidades metodológicas, tendo ganho recentemente um interesse crescente. A sua exequibilidade na prática clínica, em grandes grupos de doentes, continua, no entanto, por investigar.

Objetivo

Avaliar a exequibilidade do estudo funcional respiratório em idade pré-escolar e o grau de sucesso de acordo com a idade.

Métodos

Análise retrospetiva de provas funcionais respiratórias realizadas em crianças com 2 a 6 anos no laboratório de exploração funcional respiratória do Hospital CUF Descobertas entre Setembro de 2006 e Agosto de 2011. Foi efetuada pletismografia corporal sem oclusão para avaliação da resistência específica das vias aéreas (sRaw) e espirometria animada, com equipamento Jaeger4.65 (VIASYS Healthcare) antes e após 400 ug de salbutamol inalado em câmara expansora. Foram cumpridos os critérios internacionais (ATS/ERS) para aceitabilidade e reprodutibilidade.

Resultados

De 1 239 provas funcionais respiratórias realizadas, 1 092 (88%) tinham uma espirometria com critérios de aceitabilidade e reprodutibilidade (crianças com idade média de 4,3±0,91 anos; 60,7% do sexo masculino), e 979 (79%) sucesso na determinação de sRaw. Foi possível reportar FEV1 em 801 (65%) provas (crianças com idade média 4,5±0,89 anos). Em 23 (2%) das provas apenas foi possível reportar FEV0,5 (crianças com idade média de 3,5±0,67 anos) e em 268 (22%) apenas FEV0,75 (crianças com idade média de 4,0±0,89 anos).

Conclusão

A espirometria e a avaliação de resistências em idade pré-escolar são exequíveis na prática clínica diária, com um aumento do sucesso em crianças mais velhas. O registo de manobras com duração de 0,5 ou 0,75 s permite a avaliação funcional respiratória de um maior número de crianças.

Abstract
Introduction

The assessment of respiratory function in preschool children, which has recently been attracting considerable interest, has several methodological particularities. Whether this is feasible in clinical practice with large groups of patients still needs to be investigated.

Aim

To assess the feasibility of pulmonary function testing in preschool children in clinical practice, and report the degree of success achieved according to age.

Methods

Retrospective analysis of lung function tests performed in children from 2 to 6 years old at the respiratory function laboratory of CUF Descobertas Hospital between September 2006 and August 2011. Whole-body pletismography without occlusion for specific airway resistance (sRaw) assessment and animated spirometry were performed using the equipment Jaeger 4.65 (Viasys Healthcare), before and after 400μg of inhaled salbutamol via a spacer device. The research fulfilled international criteria (ATS/ERS) for acceptability and reproducibility.

Results

Of 1,239 lung function tests performed, 1,092 (88%) had acceptable and reproducible criteria for spirometry (children with a mean age of 4.3±0.91 years; 60.7% male), and 979 (79%) for sRaw measurement. We were able to report FEV1 in 801 (65%) tests (children with a mean age of 4.5±0.89 years). In 23 (2%) tests it was only possible to report FEV0.5 (children with a mean age of 3.5±0.67 years) and in 268 (22%) only FEV0.75 (children with a mean age of 4.0±0.89 years).

Conclusion

Spirometry and sRaw assessment in preschool children can be used in clinical practice, with an increasing success rate as children get older. Reporting maneuvers of 0.5 or 0.75seconds facilitates spirometric evaluation in a larger number of children.

Palavras-chave
Espirometria, Exequibilidade, Pré-escolar, Provas de função respiratória, Resistência específica das vias aéras
Keywords
Spirometry, Feasibility, Preschool, Respiratory function tests, Specific airway resistance
Journal: Feasibility of routine respiratory function testing in preschool children

This article belongs to the Journal: Pulmonology

Metrics

  • Impact Factor: 1.731(2017)
  • 5-years Impact Factor: 1,334
  • SCImago Journal Rank (SJR):0,342
  • Source Normalized Impact per Paper (SNIP):549

Open Access

Creative Commons License
Pulmonology is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

+ info